Sinastria- Atração E Durabilidade Do Relacionamento

maos casal

Nos cursos de Sinastria eu sempre deixo uma dica importante que é a identificação de três etapas necessárias para a realização de uma análise minuciosa de relacionamentos. Estas três etapas são: 1) Avaliar e compreender a relação precisa de provas no mapa de cada indivíduo. 2) Realizar uma análise dos dois mapas em conjunto 3) Avaliar o mapa que representa a entidade do casal (chamado de Mapa Composto). Nesta coluna, vamos explorar a segunda etapa ainda mais profundamente, olhando para os elementos da análise de relacionamento que normalmente não são abordados nos livros de Astrologia.

JULGAMENTO DA ATRAÇÃO

Pegue qualquer livro sobre a compatibilidade astrológica, e você vai aprender sobre todas essas ligações planetárias (aspectos) entre dois temas que são indicações de o “amor à primeira vista” (Vênus de A em aspecto com Urano de B) “, atração sexual “(Marte de A em aspecto com Vênus de B) e” magnetismo animal “(Plutão de A em aspecto com Sol, Vênus ou Marte de B), para citar apenas alguns. No entanto, raramente os livros diferenciam entre indicações superficiais (apenas físicas), atração temporária, contra uma atração duradoura.

No entanto, penso que para a grande maioria há uma preferência por uma atração permanente, a uma que leve apenas a um namoro de curto prazo! Embora não existam garantias quando o livre-arbítrio humano está envolvido, existe a simbologia astrológica específica que nos ajuda a identificar o potencial para uma atração duradoura, mesmo em tempos difíceis.

Há um outro ponto fraco em uma análise de Sinastria que é o que só leva em consideração as ligações entre os planetas no mapa de A com as dos planetas no mapa de B. O que acontece quando uma análise revela que você e seu parceiro não tem muito muitas dessas ligações planetárias que os livros indicam como atração? Como você interpreta o significado de falta? Especialmente se você tiver uma boa dose de atração mútua com o seu parceiro, mas uma análise da sinastria não mostra como tal. Hmmm. Desconcertante, não é? Assim como é desconcertante quando os livros afirmam que a química deveria estar lá, mas você não a experimenta.

Enquanto um exame de ligações planetárias entre dois mapas é certamente uma parte muito importante de uma análise de Sinastria, é de igual importância  a consideração da interação entre o ascendente ou descendente de um mapa com os planetas no mapa do outro. Qualquer julgamento derivado de uma comparação baseada somente nos planetas, sem consideração para o ascendente e descendente é inadequada. O Ascendente  é o signo na primeira casa do mapa, e representa o senso de individualidade, o eu externo. O descendente é o signo e o grau da cúspide da 7ª  casa de seu mapa natal, e é sempre o signo oposto ao ascendente. O descendente ou 7ª casa é a casa da parceria. O ascendente e descendente formam o eixo eu / outro, ou 1 / 7 em um mapa.)

A interação que tenho encontrado, que geralmente se relaciona com esse fenômeno descrito como “amor à primeira vista” e que normalmente resulta em mais do que um encontro superficial, envolve o ascendente. O planeta regente do ascendente ou descendente no mapa de uma pessoa está dentro de 8 graus de orbe de estar unido com (formando uma conjunção) ou opondo-se (em signo oposto) ao ascendente no mapa da outra pessoa. Por exemplo, a pessoa A tem o regente de Touro, o planeta Vênus no ascendente, e a pessoa B tem sua Vênus em Touro em conjunção com o ascendente da Pessoa A. Ou, a pessoa A tem Touro no ascendente e a Pessoa B tem Marte ou Plutão em Escorpião (porque Marte e Plutão regem Escorpião, o signo no Descendente no mapa da Pessoa A). Tal ligação não é testemunho de uma atração física, tanto quanto é evidência de afinidade mútua. Há muitas vezes um reconhecimento imediato entre os dois. As duas pessoas, têm a possibilidade de experimentar uma sensação imediata de semelhança um com o outro.

O poder dessas ligações é reforçado consideravelmente se envolver um interaspecto mútuo. Por exemplo, a pessoa A tem Virgem ascendendo e a pessoa B tem Leão ascendendo. A pessoa A tem Mercúrio (regente de Virgem) em Aquário em conjunção com o descendente da pessoa  B. A pessoa B tem Sol (regente de Leão) e Mercúrio (regente de Virgem) estão em conjunção com o ascendente da pessoa A. Isto poderia ser chamado de “Golpe Duplo”, porque o eixo 1/7 e os regentes dos ascendentes de ambos os mapas estão envolvidos. O homem que tinha este aspecto particular onde o seu Sol e Mercúrio em conjunção com o ascendente de sua parceira me disse que no momento em que pôs os olhos nela, ele pensou: “ela é a mulher que procurei toda a minha vida.”

Mantenha os olhos abertos para qualquer tipo de ligação mútua entre os mapas das duas pessoas: com qualquer planeta envolvido. As ligações mútuas influenciam fortemente toda a relação e a natureza dos planetas envolvidos. Por exemplo, um aspecto comum (pelo menos um deles uma conjunção, sêxtil ou trígono) entre Sol e Mercúrio em ambos os mapas é excelente para a comunicação. Quando o aspecto mútuo envolve Lua e Júpiter ou Lua e Netuno as duas pessoas têm uma grande quantidade de tolerância para as deficiências do outro.

Enquanto a ligação, quer do regente do ascendente ou descendente em um mapa, com o ascendente ou descendente no outro mapa, muitas vezes indica afinidade instantânea e, portanto, a atração, a qualquer momento, se você encontrar interaspectos entre os planetas de um mapa com o ascendente do outro , eles indicam atração fundada em um sentimento de familiaridade. Além disso, eles muitas vezes são responsáveis ​​por atrações que não são evidenciadas pelas ligações planetárias sozinhas. A Vênus em um mapa relacionado com Urano em outro representa um “amor à primeira vista” baseada em atração física mais do que em uma atração baseada em uma afinidade natural entre as duas pessoas (a não ser, claro, se Vênus e / ou Urano é o regente do ascendente ou descendente em um, ou ambos os mapas).

Além disso, se o Sol, Lua, Vênus ou Marte em um mapa está no signo ascendente ou descendente no mapa do outro, é também a confirmação da atração. Melhor ainda se o planeta está dentro de oito graus de orbe de conjunção do ascendente ou descendente. Na minha experiência, este tipo de ligação entre ascendente/ descendente não é  apenas o testemunho da atração, mas também fornece evidências de que a atração está enraizada em todos os níveis do ser, não apenas o físico. Portanto, tais ligações aumentam a possibilidade da atração perdurar. O que nos leva a outra consideração importante na análise de sinastria: qual é o potencial para a longevidade do relacionamento?

Em um mundo onde não há garantias, é útil ter alguns meios que nos permite avaliar as probabilidades de sucesso. Seja qual for o empreendimento. Astrologia fornece um meio. Sim? A astrologia pode ser como ter um julgamento imparcial, um conselho. Ao analisar a simbologia astrológica que se refere ao potencial de um relacionamento, não se pode ignorar a importância da influência de Saturno nas duas cartas. A longevidade é o domínio de Saturno.

Algumas pessoas têm naturalmente mais disciplina, levam seus compromissos mais a sério, têm um forte senso de dever, e a capacidade de perseverar apesar dos tempos difíceis: é por isso que você deve olhar Saturno em cada um dos mapas natais dos indivíduos antes de examinar  a durabilidade indicada entre os dois mapas. No entanto, mesmo para aquelas pessoas que experimentam uma maior facilidade nos domínios de Saturno, elas serão menos propensas a se comprometer com uma parceria a menos que haja uma interação de Saturno entre os dois mapas.

Por outro lado, mesmo para aqueles que evitam compromissos em todos os custos, uma forte ou várias ligações de Saturno entre os dois mapas aumenta o potencial para que a pessoa fique na relação tanto “nos momentos bons como nos ruins. Eu não vou entrar mais profundamente na análise de Saturno nos relacionamentos, porque a maioria dos livros sobre compatibilidade astrológica já faz isto. No entanto, eu sinto que é importante reconhecer o papel fundamental que Saturno desempenha na determinação da durabilidade de um relacionamento.

O Sol é outro jogador fundamental na compatibilidade. O Sol simboliza a individualidade e identidade central. Portanto, a análise da interação entre o respectivo Sol é muito importante na análise do potencial para a relação duradoura. No entanto, há muito mais envolvido nessa análise que a maioria dos livros de astrologia nos fazem acreditar. A Astrologia baseada só no signo solar, esta de revistas, geralmente diz que o Sol em Câncer não é compatível com o Sol em Libra, por exemplo. Mas também há exceções. E as exceções dizem respeito a essa noção de afinidade que temos vindo a explorar.

Primeiro, vamos usar um exemplo de afinidade casa / signo. Por exemplo, a pessoa A pode ter um Sol em Câncer colocado na sétima casa do mapa natal do B. A 7ª casa é a casa natural de Libra. Isso seria um indicativo de uma afinidade inata entre os dois signos solares, que não seria aparente se apenas os próprios signos foram analisados. Também é um indicativo de afinidade se o Sol em Libra  tiver Câncer ascendendo, ou a Lua em Câncer, ou na quarta casa. Melhor ainda.. se além… a pessoa A tiver o Sol em Câncer posicionado na 7ª casa, e a Pessoa B tiver  Sol em Libra na quarta casa de seu próprio mapa natal – casa natural do Câncer. Outro exemplo de um golpe duplo. Uma coisa poderosa.

Seguem-se exemplos de outros tipos de afinidade que aumentam o potencial para a longevidade do relacionamento:

1) AFINIDADE ELEMENTAR:
Um Sol, Lua ou Ascendente está no mesmo elemento do Sol, a Lua ou Ascendente da pessoa B. Quando os planetas estão dentro da esfera de um sêxtil ou trígono com o outro, eles estão no mesmo elemento. No entanto, mesmo quando os dois planetas não estão em esfera de aspecto com o outro, o complemento dos elementos contribui para a afinidade. Por exemplo, a pessoa A tem Sol em Touro em 12 graus e Pessoa B tem Lua em Capricórnio em 26 graus. Tecnicamente, os dois não estão dentro da esfera do trígono, mas a afinidade da natureza ainda é evidente. O mesmo seria verdade se uma pessoa tivesse ascendente em  três graus de Aquário e o outro tivesse 14 graus de Gêmeos no ascendente – estes dois signos formam um sextil quando em órbita de aspecto. (Fogo e ar são compatíveis, assim como terra água.)

2) AFINIDADE SIGNO / ASPECTO:
Use essa análise para determinar o potencial de afinidade entre qualquer um dos planetas nos dois mapas que não estão ligados via aspecto. Se os planetas também são ligados por aspecto e também compartilham esse tipo de afinidade, tanto melhor. Existe compatibilidade sexual, mesmo se não houver nenhuma interação Marte / Vênus se, por exemplo, Marte e Plutão em conjunção em Leão em um mapa, e Vênus está em Escorpião no outra. A razão é porque Plutão rege Escorpião e, portanto, tanto a Vênus em um mapa como Marte ressoam com Plutão. Como outro exemplo, a pessoa A tem um aspecto entre Vênus e Netuno e Pessoa B tem Marte em Peixes (Netuno rege Peixes).

3)  Existem diversas variações de uma afinidade Ascendente  / Descendente que aumenta o potencial para a longevidade:
–Pessoa A tem o regente do ascendente no signo ascendente no mapa da Pessoa B. Por exemplo, Áries está ascendendo com seu regente, Marte em Virgem. Pessoa B tem Virgem ascendendo.

–Pessoa A tem o governante do descendente no signo ascendente no mapa da Pessoa B. Por exemplo, a pessoa A tem Libra no Descendente e o regente Vênus está em Virgem, o signo ascendente no mapa da Pessoa B.

4) AFINIDADE DO REGENTE DO SIGNO SOLAR:
Tomemos por exemplo, a pessoa A tem Sol em Sagitário e Pessoa B tem Sol em Câncer. A pessoa A tem o regente de Sagitário, Júpiter em Câncer e Pessoa B tem o regente de Câncer, a Lua, em Sagitário. Isto chama-se recepção mútua.

Por último, mas certamente não menos importante, outra forte indicação do potencial para um relacionamento ter durabilidade é quando qualquer um dos planetas em um mapa está em conjunção, quer ao nodo norte ou ao nodo sul (melhor ainda se ambos) no mapa do outro. Os nodos da Lua são uma consideração fundamental na análise de intenção de nossa alma para esta vida. Quando os planetas de uma outra pessoa formam aspecto ao nosso eixo nodal, e em especial na situação da conjunção ou oposição, a pessoa está, de alguma forma envolvida com o trabalho que pretendemos fazer nesta vida. Conjunções ao Nódulo Sul representam negócios inacabados entre duas almas. As conjunções para o Nodo Norte indicam que a pessoa tem um papel fundamental a desempenhar no cumprimento do nosso destino nesta vida. O planeta envolvido, o signo e a casa do conjunto fornecem pistas quanto ao tipo de papel.