O Zodíaco Tropical Está Alinhado Sim Senhor!

Constelações

Um antigo argumento contra a Astrologia Ocidental é de que  a roda zodiacal está desalinhada. Devido ao movimento de precessão do eixo da Terra, as constelações não correspondem mais ao mesmos signos astrológicos em posição, pois o eixo gera uma movimentação, que do ponto de vista terreno se acompanharmos um período de tempo, percebemos esta distorção. Hoje por exemplo, astronomicamente o Sol está transitando pela constelação de Câncer, mas astrologicamente está em Leão.

Mas eu digo: “A roda zodiacal tropical da astrologia ocidental não está desalinhada”. A roda de signos do zodíaco foi cuidadosamente e matematicamente calculada pelos antigos babilônios, e, em seguida pelos gregos. Os astrônomos daquela época eram cientes, não ignorantes, do movimento de  precessão (agora conhecido como precessão do eixo da Terra, que foi documentado já no segundo século aC, na Grécia antiga) .

A roda de signos do zodíaco foi criada pela primeira vez dividindo nosso céu em quatro seções designadas pelos equinócios e solstícios anuais (estes são os pontos de mudanças das quatro estações do ano). Cada uma destas quatro seções do céu foram divididas em três seções que medem 30 graus cada. Isso nos dá um círculo zodiacal de 360 ​​graus com 12 partes iguais de 30 graus cada. Cada seção de 30 graus é um signo do zodíaco, para um total de 12 signos do zodíaco (e não 13).

Estes 12 signos do zodíaco não são constelações de estrelas. Os signos do zodíaco são seções de 30 graus do espaço que foram matematicamente calculadas de uma maneira que era, e ainda é, intimamente ligada às estações e meses da nossa Terra. Temos quatro temporadas que duram três meses cada. E assim o zodíaco também é composto de quatro seções com três signos em cada seção, vide as qualidades dos signos zodiacais (cardinais, fixos e mutáveis), que correspondem ao início, meio e térmico das estações.

Já no segundo século aC, na Grécia antiga, o círculo do zodíaco atribuía a zero graus de Áries (Áries, o signo do zodíaco, não a constelação) para o Equinócio Vernal (o Equinócio da Primavera, ou o primeiro dia da primavera no Hemisfério Norte, e início do Outono no Hemisfério Sul). Esta roda do zodíaco, também conhecida como o zodíaco tropical, ainda é precisa porque sempre alinhamos / começamos, como os antigos gregos fizeram, com o primeiro dia da primavera. Isto não é um erro. A roda do zodíaco está intimamente alinhada com as estações da nossa Terra . Este é um fato importante a reconhecer. Algumas pessoas hoje não reconhecem esse fato, e assim erroneamente afirmam que a roda do zodíaco está desalinhada.

Os antigos babilônios (que precederam os gregos) usaram as constelações como marcadores no céu. Como uma conveniência útil, e também é provável em caso de necessidade, eles usaram as constelações que apareceram na área geral de cada signo do zodíaco como marcadores. Designaram 12 (sim, 12) constelações para representar os 12 signos do zodíaco no céu. As constelações, com os seus vários graus e tamanhos, não são os signos do zodíaco reais. Estas 12 constelações foram nomeadas depois que os signos do zodíaco foram criados, e não o contrário!

Desde que o zodíaco tropical ocidental está alinhado com as estações e meses da nossa Terra, a “precessão dos equinócios” não pode jogá-lo fora de todo. Para colocar de outra forma, a roda do zodíaco começa quando o primeiro dia da Primavera começa. Nosso zodíaco não é mais “desalinhado” do que primavera é.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s