Parceiros Indisponíveis – Como Quebrar Este Padrão

Parceiros indísponíveis - como quebrar este padrão

 

Uma das maiores queixas nos relacionamentos é a escolha por parceiros ” indisponíveis”. Todos nós temos ideias diferentes sobre o que representa “indisponibilidade”, mas para a maior parte centra-se em torno do seguinte:

Uma pessoa não se mostrar do jeito que você gostaria
Uma pessoa não compartilhar a si mesmo do jeito que você gostaria
Você não tem o suficiente no relacionamento

Embora você possa pensar em superar esse padrão e encontrar a pessoa “certa “, que estará sempre disponível para você, não é bem assim. Problemas nos relacionamentos começam dentro de nós, por isso, para romper esse padrão, você tem que lidar com o que está acontecendo dentro de você , em primeiro lugar.

Aqui estão as três maiores razões para as pessoas que atraem parceiros indisponíveis, e as respectivas ferramentas para quebrar o ciclo:

1. Você não está disponível para o seu parceiro.

Se você quer estar com alguém que esteja disponível para você, siga a primeira regra: Você tem que estar disponível para o outro. A verdade é que muitos de nós não estamos disponíveis como pensamos.

Mesmo se você está pensando nos sentimentos do seu parceiro, pensando sobre ele ou ela, viajando nos sonhos românticos, isso não significa necessariamente que você está disponível no relacionamento, o outro não tem como saber isto. Se mostrar para a pessoa de uma maneira carinhosa é muito importante, estar disponível também significa que você se mostra de forma autêntica. Este é o ponto onde muitos de nós erramos.

Quando você não é você de verdade – quando molda ou muda a si mesmo para agradar o outro, quando esconde partes de si mesmo, ou quando não compartilha quem você realmente é -tecnicamente não está disponível no relacionamento. Este comportamento o prepara para atrair pessoas que também não estejam disponíveis para você .

Como mudar isso?

Seja o verdadeiro você.

A prática de autenticidade nem sempre é fácil, mas tem enormes benefícios nos relacionamentos. Você faz isso para expressar suas discordâncias ( respeitosamente, é claro), a partilha de seus verdadeiros sentimentos, e ser quem você realmente é, independentemente do que a outra pessoa pensa. Quanto mais você compartilhar sua própria fé nas relações, mais se sentirá aceito, visto, conhecido e tratado bem pelo outro.

2. Você está confundindo sacrifício com disponibilidade .

Pessoas que cronicamente se doam em relações tipicamente acabam com parceiros indisponíveis. Aqui está o porquê:

Se você é um doador compulsivo, você sacrifica suas necessidades para atender as necessidades do outro. E quando você sacrifica suas necessidades adivinhem? Você acaba sentindo – se sacrificado!

Doação compulsiva é um comportamento que usamos para compensar problemas de autoestima. Em um nível inconsciente, acreditamos que dando, vamos receber em troca. Mas isso não funciona dessa maneira! Em vez disso, quando você sacrifica a si mesmo, você se sente usado, queimado, e aproveitado nos relacionamentos. Não é divertido.

Assim, como quebrar esse padrão?

Pegue -se no ciclo de excesso de doação, e pare-o!

Observe quando você está caindo em seus padrões de querer agradar, e tome a decisão de não mais fazer isso. Pare de dizer sim quando você realmente quer dizer não. Saiba como definir bons limites. Quando você deixar suas tendências de auto -sacrifício, você vai atrair parceiros que provavelmente não “tomarão” de você como resultado.

3. Você não está disponível para si mesmo.

Este é o maior problema de todos. Quando você mudar isso, todo o resto vai se encaixar.

A lição mais importante nos relacionamentos é a seguinte: As pessoas vão tratá-lo da mesma forma como você se trata. Até que você esteja completamente na aceitação, no amor, no carinho consigo mesmo, vai ser difícil encontrar um relacionamento em que você também seja tratado dessa maneira.

Muitos de nós pensamos que estamos nos aceitando, mas quando olhamos mais profundamente, vemos que estamos sendo realmente muito duros conosco. Nós não aceitamos nossos verdadeiros sentimentos, julgamos a nós mesmos pelos nossos erros, somo muito críticos conosco. Com todo este comportamento prepare-se para sentir-se mal-amada pelo outro também!

Como mudar isso?

Crie práticas de tratar-se exatamente do jeito que você quer que um parceiro o trate.

Quanto mais você amar e cuidar de si mesmo, mais você sentirá o amor de outras pessoas.

O padrão de atrair pessoas indisponíveis é altamente frustrante, mas é algo que você pode superar. Quanto mais você praticar a disponibilidade para si mesmo e para outras pessoas, você vai descobrir que esta experiência mudará sua vida, e seu relacionamento se tornará muito mais gratificantes.

Deixe um comentário abaixo dizendo-nos uma mudança que você fará para se tornar mais disponível nos relacionamentos. Estou ansiosa para saber sua dica.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s